Lewandowski entra na mira de outro gigante europeu

0

Após diversas entrevistas concedidas pelo polônes, indicando seu desejo de sair do Bayern de Munique, seu principal destino até então era o Barcelona de Xavi. Mas nos últimos dias, outro gigante europeu entrou na briga para ter Lewandowski, confira:

Segundo o jornal L’equipe, o Paris Saint Germain estaria disposto a brigar com o Barcelona para ter Robert Lewandowski. Este seria um desejo do novo consultor de futebol do PSG, Luís Campos. O jornal destaca que seria uma negociação muito complexa, ainda mais pelo jogador ja ter deixado claro que sua preferência é ir para o time espanhol. Porém, os franceses querem contar com um atacante com caraacterísticas diferentes do trio Mbappé, Neymar e Messi.

Foto: Reprodução/L’Equipe

O atacante polônes é visto como uma peça no elenco que Mauro Icardi deveria ter sido, um goleador além de Kylian Mbappé. O argentino marcou cinco gols em 30 jogos disputados na última temporada pelo clube parisiense.

Segundo o L’Equipe, a contratação de Robert diminuiria privilégios de Messi e Neymar no clube, tendo em vista que um ou outro teria que frequentar o banco de reservas.

Lewandowski ainda quer jogar no Barcelona

O jornal catalão, Sport, afirma que o polônes tem um acerto com o time culé. O contrato seria de dois anos com opção de renovação por mais um ano. Seu salário seria de 12 milhões de euros líquidos por temporada (cerca de R$63 milhões).

Apesar de ter esse pré-acordo com o atacante, o FC Barcelona não vive seus melhores momentos financeiros, e isso estaria impedindo de um fechamento do negócio. Vale lembrar que, na última temporada Lionel Messi não pôde renovar com o clube catalão devido às altas dívidas do clube e a baixa condição financeira de bancar o atacante.

Lembramos também que, o Bayern de Munique não tem nenhuma vontade de liberar seu camisa 9. Resta mais um ano de contrato e a direção do Bayern estaria firmando-se nesse contrato assinado pelo atacante, e não irá liberá-lo facilmente.

O Barça tem dívida bilionária, precisa cortar gastos e aumentar suas receitas para se adequar ao limite salarial imposto pela LaLiga. O clube estima que terá que reduzir a folha salarial do elenco de 560 milhões de euros para 400 milhões (R$ 2 bilhões).

Foto: Reprodução/Sport

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.